www.imobiliariapousada.com.br
 
Negócio:
Cidade:
Valor:
Tipo do Imóvel:
Bairro:
Dorm:
Buscar pelo código:  
   
   
   
STJ - locação, condomínio, AIRBNB
Publicado em 28/05/2021
 
RECURSO ESPECIAL Nº 1.819.075 - RS (2019/0060633-3)
RELATOR : MINISTRO LUIS FELIPE SALOMÃO R.P/
ACÓRDÃO : MINISTRO RAUL ARAÚJO
RECORRENTE : MONICA DUTCZAK
RECORRENTE : GYAN CELAH DOS SANTOS ADVOGADO : CÉSAR AUGUSTO BOEIRA DA SILVA E OUTRO(S) - RS047002
ASSISTENTE : AIRBNB IRELAND UC ADVOGADOS : ANDRÉ MACEDO DE OLIVEIRA - DF015014 FELIPE GUIMARÃES - RJ153005 PEDRO OLIVEIRA DA COSTA - DF033652 FELIPE EVARISTO DOS SANTOS GALEA - DF042847 MARIA BEATRIZ DE MIRANDA TOLEDO - SP400827A BEATRIZ ALVARES ROMERO - SP425101 VITOR AUGUSTO JOSÉ BUTRUCE - DF056670
RECORRIDO : CONDOMINIO EDIFICIO COORIGHA ADVOGADOS : ALEXANDRE D"ÁVILA - RS028450 LUCAS DA SILVA TEIXEIRA - RS100337

EMENTA DIREITO CIVIL. RECURSO ESPECIAL. CONDOMÍNIO EDILÍCIO RESIDENCIAL. AÇÃO DE OBRIGAÇÃO DE NÃO FAZER. LOCAÇÃO FRACIONADA DE IMÓVEL PARA PESSOAS SEM VÍNCULO ENTRE SI, POR CURTOS PERÍODOS. CONTRATAÇÕES CONCOMITANTES, INDEPENDENTES E INFORMAIS, POR PRAZOS VARIADOS. OFERTA POR MEIO DE PLATAFORMAS DIGITAIS ESPECIALIZADAS DIVERSAS. HOSPEDAGEM ATÍPICA. USO NÃO RESIDENCIAL DA UNIDADE CONDOMINIAL. ALTA ROTATIVIDADE, COM POTENCIAL AMEAÇA À SEGURANÇA, AO SOSSEGO E À SAÚDE DOS CONDÔMINOS. CONTRARIEDADE À CONVENÇÃO DE CONDOMÍNIO QUE PREVÊ DESTINAÇÃO RESIDENCIAL. RECURSO IMPROVIDO.
1. Os conceitos de domicílio e residência (CC/2002, arts. 70 a 78), centrados na ideia de permanência e habitualidade, não se coadunam com as características de transitoriedade, eventualidade e temporariedade efêmera, presentes na hospedagem, particularmente naqueles moldes anunciados por meio de plataformas digitais de hospedagem. 2. Na hipótese, tem-se um contrato atípico de hospedagem, que se equipara à nova modalidade surgida nos dias atuais, marcados pelos influxos da avançada tecnologia e pelas facilidades de comunicação e acesso proporcionadas pela rede mundial da internet, e que se vem tornando bastante popular, de um lado, como forma de incremento ou complementação de renda de senhorios, e, de outro, de obtenção, por viajantes e outros interessados, de acolhida e abrigo de reduzido custo. 3. Trata-se de modalidade singela e inovadora de hospedagem de pessoas, sem vínculo entre si, em ambientes físicos de estrutura típica residencial familiar, exercida sem inerente profissionalismo por aquele que atua na produção desse serviço para os interessados, sendo a atividade comumente Documento: 1875215 - Inteiro Teor do Acórdão - Site certificado - DJe: 27/05/2021 Página 1 de 10 Superior Tribunal de Justiça anunciada por meio de plataformas digitais variadas. As ofertas são feitas por proprietários ou possuidores de imóveis de padrão residencial, dotados de espaços ociosos, aptos ou adaptados para acomodar, com certa privacidade e limitado conforto, o interessado, atendendo, geralmente, à demanda de pessoas menos exigentes, como jovens estudantes ou viajantes, estes por motivação turística ou laboral, atraídos pelos baixos preços cobrados. 4. Embora aparentemente lícita, essa peculiar recente forma de hospedagem não encontra, ainda, clara definição doutrinária, nem tem legislação reguladora no Brasil, e, registre-se, não se confunde com aquelas espécies tradicionais de locação, regidas pela Lei 8.245/91, nem mesmo com aquela menos antiga, genericamente denominada de aluguel por temporada (art. 48 da Lei de Locações). 5. Diferentemente do caso sob exame, a locação por temporada não prevê aluguel informal e fracionado de quartos existentes num imóvel para hospedagem de distintas pessoas estranhas entre si, mas sim a locação plena e formalizada de imóvel adequado a servir de residência temporária para determinado locatário e, por óbvio, seus familiares ou amigos, por prazo não superior a noventa dias. 6. Tampouco a nova modalidade de hospedagem se enquadra dentre os usuais tipos de hospedagem ofertados, de modo formal e profissionalizado, por hotéis, pousadas, hospedarias, motéis e outros estabelecimentos da rede tradicional provisora de alojamento, conforto e variados serviços à clientela, regida pela Lei 11.771/2008. 7. O direito de o proprietário condômino usar, gozar e dispor livremente do seu bem imóvel, nos termos dos arts. 1.228 e 1.335 do Código Civil de 2002 e 19 da Lei 4.591/64, deve harmonizar-se com os direitos relativos à segurança, ao sossego e à saúde das demais múltiplas propriedades abrangidas no Condomínio, de acordo com as razoáveis limitações aprovadas pela maioria de condôminos, pois são limitações concernentes à natureza da propriedade privada em regime de condomínio edilício. 8. O Código Civil, em seus arts. 1.333 e 1.334, concede autonomia e força normativa à convenção de condomínio regularmente aprovada e registrada no Cartório de Registro de Imóveis competente. Portanto, existindo na Convenção de Condomínio regra impondo destinação residencial, mostra-se indevido o uso de unidades particulares que, por sua natureza, implique o desvirtuamento daquela finalidade (CC/2002, arts. 1.332, III, e 1.336, IV). 9. Não obstante, ressalva-se a possibilidade de os próprios condôminos de um condomínio edilício de fim residencial deliberarem em assembleia, por maioria qualificada (de dois terços das frações ideais), permitir a utilização das unidades condominiais para fins de hospedagem atípica, por intermédio de plataformas digitais ou outra modalidade de oferta, ampliando o uso para além do estritamente residencial e, posteriormente, querendo, incorporarem essa modificação à Convenção do Condomínio. 10. Recurso especial desprovido.

Julgado: Solicite o julgado
 
Voltar
 
 
 
 

 
Site : www.imobiliariapousada.com.br
Imóveis para Venda
Avulsos
Na Planta
Pré-Lançamentos
Lançamentos
Em Obras
Em Acabamento
Pronto para Morar
Empreendimento
Oportunidade
Rural
Comercial
Faça parte da nossa Rede Social :
Política de Privacidade
Site para Imobiliárias e Corretores
Seu imóvel Aqui
Pousada Imóveis - Imobiliária
Endereço: Rua Duque de Caxias, 7 - Campo Grande - Santos - SP - 11075680
Telefone(s): 1332518303, 13981233669


CRECI 62.716 - Pousada Imóveis - Imobiliária Venda - Locação - Administração de imóveis - imóveis de leilão. Contamos com assessoria jurídica com profissional qualificado ATENÇÃO: Esse site recebe constantes alterações, confira a disponibilidade e as
 
 
 
 
 
Entrar em contato via WhatsApp!